Últimas notícias.

Uma mulher suspeita de cortar o rosto da estudante de enfermagem Stefani Firmo, 23 anos, foi presa na zona norte de São Paulo no último domingo (12). O ataque ocorreu durante uma viagem de ônibus na madrugada de 29 de novembro de 2022, enquanto a vítima dormia a caminho da Bahia. Stefani, que prestou boletim de ocorrência após o incidente e necessitou de 18 pontos no rosto, foi informada da prisão no último domingo. Segundo relatos, ela foi acordada pelo ardor do ferimento e descobriu que estava sangrando. Uma passageira sentada à sua frente foi encontrada com uma faca, uma tesoura e um alicate e foi inicialmente acusada de lesão leve. Contudo, a defesa de Stefani conseguiu reclassificar a lesão como grave após exames complementares, o que levou à solicitação de prisão preventiva da agressora pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA). A prisão foi efetuada pela Polícia Civil paulista após uma denúncia de um informante que reconheceu a suspeita. Stefani, que tem se apoiado na fé e na psicoterapia para superar o trauma, expressou alívio com a notícia da prisão, embora tenha precisado interromper as postagens sobre o caso para focar em sua saúde psicológica. “É como se agora, com a prisão dela, eu tivesse desatado um nó”, disse ela. Ainda não foi divulgado se a suspeita será transferida para a Bahia.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.