Últimas notícias.

Através de uma declaração dada, nesta segunda-feira (13), o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto afirmou que o Open Finance, sistema que vai permitir o compartilhamento de informações financeiras dos clientes, irá acabar com os diversos aplicativos de diferentes bancos brasileiros. “Em até um ano e meio, dois anos, não terá mais app de Bradesco, Itaú. Será um app agregador que, pelo Open Finance, vai dar acesso a todas as contas”, disse o presidente do banco. A aceitação dos brasileiros ao Open Finance, segundo ele, foi rápida, com algo entre 50 a 60 milhões de pessoas aderindo ao sistema mesmo antes de ter acesso aos benefícios da inovação. “Open Finance gera portabilidade e comparabilidade em tempo real. O nosso é o mais amplo e programável do mundo”, contou. O presidente ainda afirmou que se o Pix, ferramenta de pagamentos instantâneos, tivesse tido a função apenas de substituir tradicionais transferências eletrônicas como Ted e Doc, o sistema “teria falhado”. “Se o Pix só substituísse Ted e Doc, teríamos falhado. Eu sempre disse que os bancos não iriam perder dinheiro com o Pix. Hoje, os bancos estão super empolgados em fazer mais coisas no Pix”, finalizou ele.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.