Últimas notícias.

Morreu nesta sexta-feira (21), aos 101 anos, Celeste Arantes, mãe de Edson Arantes do Nascimento, o Pelé. Celeste era mineira, mas vivia havia anos em Santos (SP), onde faleceu. Ela estava hospitalizada havia uma semana na cidade do litoral paulista.  Dona Celeste nasceu em Três Corações (MG) e teve três filhos com o marido, João Ramos do Nascimento: além de Pelé, Jair, conhecido como Zoca, e a caçula Maria Lúcia, que cuidava atualmente da mãe.  Celeste ficou casada com João, mais conhecido como Dondinho, até a morte dele, em 1996.  Pouco antes de morrer, Pelé prestou uma homenagem pelos 100 anos da mãe, em 20 de novembro de 2022. “Desde criancinha, ela me ensinou o valor do amor e da paz. Eu tenho muito mais de uma centena de motivos para agradecer por ser o seu filho. Compartilho essas fotos com vocês, com muita emoção por celebrar este dia. Obrigado por todos os dias ao seu lado, mãe”, escreveu. O craque morreu aos 82 anos, dezembro de 2022. Dona Celeste não foi muito entusiasta da carreira do filho no futebol, a princípio, especialmente depois de ver o marido ter a carreira interrompida por conta de lesões – Dondinho passou por Atlético-MG, Vasco de São Lourenço (MG) e Bauru Atlético Clube, entre outros. Ela chegou a impedir que o filho fosse contratado pelo Bangu, do Rio.  Dondinho e o atacante Waldemar de Brito foram responsáveis por convencer dona Celeste, e o jogador por fim acabou levando Pelé para o Santos em 1956. Em 1964, a família deixou Bauru, no interior de São Paulo, onde vivia na ocasião, para residir em Santos, onde acabaram  se estabelecendo por toda vida. 

Tags relacionados:

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.