Últimas notícias.

O goleiro Ramón Souza, do Grêmio Anápolis, foi atingido por um tiro de borracha disparado por um policial militar de Goiás na noite desta quarta-feira (10). O caso ocorreu durante uma partida oficial em Anápolis, no centro do Estado. O atleta foi atendido em campo e encaminhado, sangrando, para uma unidade de saúde. Não se sabe o estado de saúde dele. O disparo do tiro foi durante uma confusão após a partida que era válida pela 12ª rodada da divisão de acesso do Campeonato Goiano, na qual o Grêmio foi derrotado pelo Centro-Oeste por 2 a 1. O clube divulgou, nas redes sociais, uma nota na qual repudiou o ato e atribuiu o fato a um policial do Comando de Policiamento Especializado (CPE). Na publicação, o clube disse que o jogador foi “atingido de forma covarde”. “Um ato horrível, inacreditável e criminoso de alguém que deveria prezar pela pela segurança e integridade das pessoas, que ali estavam no Estádio Jonas Duarte, em Anápolis“. Pela transmissão da Federação Goiana de Futebol (FGF) foi possível ouvir o momento do disparo. O jogador Gustavo do Grêmio Anápolis concedia uma entrevista quando houve o estrondo e a conversa foi interrompida. A transmissão não mostrava o local onde o goleiro estava. No entanto, uma câmera de celular mostra o momento do tiro.

Tags relacionados:

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.