Últimas notícias.

O cantor Gusttavo Lima está enfrentando críticas nas redes sociais após ser acusado de expulsar uma intérprete de Libras (Língua Brasileira de Sinais) de um show realizado em Teresina, no Piauí, no último final de semana. A situação foi denunciada pela própria intérprete, Arielle Paiva, que afirmou ter sido impedida de subir ao palco durante a apresentação do artista sertanejo. Em uma série de vídeos, ela relatou que a equipe de Gusttavo Lima não autorizou seu trabalho no evento. Arielle Paiva expressou sua tristeza com a situação, destacando que ela e sua equipe se prepararam e estudaram as músicas para garantir uma apresentação inclusiva e acessível para o público surdo. Em um dos vídeos, é possível ver alguns fãs deixando o local do show devido à ausência da intérprete no palco. A denúncia gerou um pronunciamento da Associação dos Profissionais Tradutores Intérpretes de Libras do Piauí, que emitiu uma nota de repúdio, enfatizando que a atitude configura um crime, já que desrespeita as leis que garantem o direito linguístico das pessoas surdas, incluindo a Lei N° 5.920, que determina a obrigatoriedade da presença de intérpretes de Libras em eventos públicos realizados em Teresina. A equipe de Gusttavo Lima, no entanto, negou as acusações. O produtor do show afirmou que não tinha conhecimento do ocorrido, enquanto a assessoria do cantor destacou que nunca houve proibição por parte de Gusttavo Lima ou de sua equipe. Segundo eles, basta que os intérpretes de Libras entrem em contato com o produtor do artista para que possam permanecer no palco durante as apresentações, como já ocorreu em outros shows do cantor. A polêmica em torno do caso continua e levanta debates sobre a inclusão e acessibilidade para pessoas surdas em eventos públicos.

Tags relacionados:

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.