Últimas notícias.

Na última quarta-feira (19), a socorrista Lorezete Duarte, de 45 anos, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), faleceu após cair de um penhasco de 11 metros. A técnica de enfermagem estava tentando salvar a vida de um homem que ameaçava pular do precipício, no município de Frederico Westphalen, no Rio Grande do Sul. A equipe de socorristas, composta por três pessoas, foi acionada para resgatar o homem que estava prestes a cometer suicídio, nas margens do penhasco localizado na BR-386. Duarte subiu até o local onde o homem estava e, ao tentar retirá-lo da beira, ambos caíram do penhasco. Infelizmente, Lorezete não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O homem foi encaminhado ao hospital de Frederico Westphalen, sem riscos de vida, após cair sobre a socorrista. A Polícia Civil está investigando o caso para determinar se a queda da socorrista foi um acidente ou se o homem possui alguma responsabilidade pela morte de Duarte. A equipe do SAMU e o homem envolvido no incidente serão chamados para depor aos investigadores. O hospital onde Lorezete trabalhava prestou uma emocionante homenagem à socorrista na última quinta-feira (20). Uma oração e um minuto de silêncio foram realizados em memória de sua colega de trabalho, e balões brancos foram lançados em sua lembrança. O Hospital Santo Antônio também publicou suas condolências nas redes sociais, destacando a memória de Lorezete como um eterno exemplo de amor e dedicação à profissão. Desde a quarta-feira, a prefeitura de Frederico Westphalen decretou luto oficial de três dias em homenagem à socorrista. A administração pública expressou seus votos de pesar pela grande perda e agradeceu à imensa dedicação e excelente trabalho prestado por Lorezete ao município.

Tags relacionados:

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.