Últimas notícias.

Acostumado a decidir ao menos um título de grande relevância por ano desde 2019, o Flamengo já está com um pé em mais uma final. Com a vitória por 2 a 0 sobre o Grêmio, na Arena, o rubro-negro deixou encaminhada a classificação para a decisão da Copa do Brasil 2023. O time carioca pode até perder por um gol de diferença, no Maracanã, em 16 de agosto, que se garante na disputa da taça. Com três semanas de diferença para o próximo confronto, os rubro-negros agora voltam suas atenções para o Brasileiro e a Libertadores. No sábado, encara o Atlético-MG, em Belo Horizonte, pela Série A. Já no dia 3, inicia a disputa das oitavas da Copa Libertadores contra o Olimpia-PAR, no Maracanã. A vantagem foi construída com certa facilidade. Tirando os primeiros 15 minutos de jogo, quando foi pressionado pelo Grêmio, o Flamengo foi absoluto na partida. Trocou passes como quis, ditou o ritmo do jogo e criou muitas oportunidades. O destaque rubro-negro foi Wesley, que levou grande vantagem no duelo contra os gremistas pelo seu lado e deu velocidade e profundidade para o Flamengo. Foi dos pés dele que nasceu o primeiro gol. O lateral ganhou na saída de bola do adversário, entrou pelo meio e acionou Bruno Henrique. O atacante infiltrou e optou por tocar Gabigol, totalmente livre, concluir com 33 minutos de jogo. O segundo saiu dos pés de Thiago Maia. Aos 23 da etapa final, quando o Grêmio já tinha um a menos (Kannemann foi expulso) o volante recebeu ótimo passe de Arrascaeta e chutou cruzado. A bola desviou na canela de Bruno Alves e entrou. O Flamengo poderia ter vencido por mais. Mas, aos 39 da primeira etapa, Gabigol cobrou mal um pênalti (bola na mão de Bruno Alves dentro da área) e facilitou a defesa do goleiro Gabriel Grando. Um vacilo que acabou não atrapalhando a vitória rubro-negra.

Tags relacionados:

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.