Últimas notícias.

Um crime contra uma mulher trans chocou os moradores de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro. Julia Nicoly Moreira, de 34 anos, foi assassinada a facadas dentro de casa. De acordo com o G1, a vítima também foi amordaçada pelos suspeitos que chegaram ao imóvel por volta das 21h. Para a família de Julia, a técnica de enfermagem foi mais uma vítima de crime de ódio. Vizinhos de Nicoly informaram à polícia que os homens entraram na casa da vítima e, pouco depois, saíram do local com o carro dela. Crianças que estavam brincando próximo à casa de Julia, contaram aos pais sobre a movimentação. Os moradores resolveram arrombar a porta depois de Julia não responder aos chamados. No local, eles a encontraram esfaqueada no pescoço, pulmão e costas. Funcionária do Hospital Getúlio Vargas Filho, Hospital da Mulher de São João de Meriti e da Organização Social, no Rio, a vítima era uma técnica exemplar e comprometida com os empregos. “Funcionários afirmam que ela sempre foi muito comprometida, competente e prestativa”, frisou a OS. Essa não foi a primeira vez que Julia sofreu agressões. Em julho de 2021, ela foi esfaqueada por um homem dentro de casa. Na ocasião, o suspeito foi preso em flagrante.

Tags relacionados:

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.