Últimas notícias.

De acordo com os dados do Censo Demográfico divulgados pelo IBGE nesta quinta-feira (27), a cidade de Vitória da Conquista, localizada na Bahia, está entre as 10 cidades do estado com maior população quilombola. Com 12.057 quilombolas, Vitória da Conquista ocupa o 10º lugar no ranking. A cidade de Senhor do Bonfim lidera o ranking nacional, com 15.999 quilombolas, seguida por Salvador, com 15.897 quilombolas, e Alcântara/MA, com 15.616. Em 2022, Vitória da Conquista possuía 21,48% de sua população declarada quilombola, ocupando a posição de número 73 no Brasil e 18 na Bahia. Salvador, por sua vez, representava apenas 0,66% de sua população total como quilombola, ocupando a posição número 205 na Bahia e 923 no Brasil. Dentre os 48 territórios quilombolas em alguma etapa do processo de delimitação e titulação na Bahia, Tijuaçu é onde estava a maior população quilombola, com 2.865 pessoas. O território de Tijuaçu fica entre os municípios de Senhor do Bonfim, Filadélfia e Antônio Gonçalves, a cerca de 450 km de Salvador. Nem todas as pessoas que residem nos territórios quilombolas são quilombolas. Na Bahia, os quilombolas representavam 92,46% de quem morava nas localidades reconhecidas oficialmente. Em 8 dos 48 territórios do estado, os quilombolas eram a totalidade dos moradores (100%). Os dados destacam a importância histórica e cultural das comunidades quilombolas na Bahia, incluindo a cidade de Vitória da Conquista, e evidenciam a relevância de políticas públicas voltadas para essas populações, visando à preservação de suas tradições e à garantia de seus direitos. O Censo Demográfico é uma importante ferramenta para o entendimento e planejamento de ações voltadas para o desenvolvimento socioeconômico do país.

Tags relacionados:

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.