Últimas notícias.

O Flamengo comunicou no início da noite deste domingo (30) a Pablo Fernández sua demissão do clube, após o preparador físico ter agredido o atacante Pedro depois da vitória sobre o Atlético-MG no sábado (29), em Belo Horizonte, pelo Campeonato Brasileiro. O jogador, que disputou a última Copa do Mundo com a Seleção Brasileira, estava trocando mensagens com parentes pelo celular quando Fernández chegou, colocou o dedo na cara do atleta e questionou por que ele não realizou o aquecimento junto dos outros reservas. “[Pablo] Disse que era uma falta de respeito com o preparador e deu três tapas no seu rosto, momento em que o Pedro tirou a sua mão e Pablo desferiu um soco no rosto do Pedro, causando lesões na sua boca e na face do lado direito, momento em que os demais jogadores conteram Pablo, mesmo assim o Pablo queria continuar com as agressões”, descreve o Boletim de Ocorrência do atacante. Em nota emitida neste domingo, Pablo Fernández chegou a pedir desculpas ao jogador e ao clube. “Eu poderia começar essas palavras de mil maneiras, mas a única que realmente faz sentido é pedir desculpas. Ao Pedro, aos colegas, aos trabalhadores e ao Flamengo”, escreveu. O clube ainda não definiu o futuro do técnico Jorge Sampaoli, a quem Fernández é muito fiel. O treinador comentou o caso envolvendo seu preparador e o atacante. “Não acredito na violência como solução. Isso não nos leva a lugar nenhum”, disse Sampaoli.

Tags relacionados:

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.