Últimas notícias.

Moradores das cidades de Brumado, Dom Basílio e Livramento de Nossa Senhora, localizadas na Região Sudoeste e Sertão Produtivo da Bahia, têm observado com preocupação a mortandade de abelhas nos últimos meses. Relatos dos moradores indicam que as abelhas estão sendo encontradas mortas em grande quantidade, especialmente nas áreas de plantio de maracujá. A suspeita é de que o uso indiscriminado ou incorreto de agrotóxicos seja o principal responsável por esse triste cenário. Agricultores da região têm sido apontados como usuários de defensivos agrícolas acima das recomendações, aplicando-os em locais inapropriados e misturando produtos de forma inadequada. Entre as espécies mais afetadas estão as abelhas conhecidas como “mamangavas” ou “mamangabas”, também popularmente chamadas de “zangões”. Essas abelhas são importantes polinizadoras do maracujá, já que as flores dessa planta possuem partes femininas e masculinas afastadas, dificultando o transporte do pólen pelo vento. Portanto, dependem de insetos maiores, como as mamangavas, para a realização da polinização. As comunidades rurais de Brumado e Dom Basílio têm testemunhado a morte em massa desses polinizadores vitais. Moradores de Dom Basílio relatam o triste cenário de abelhas mortas no chão e outras agonizando após possíveis exposições a agrotóxicos. Além de representar um sério problema para a biodiversidade local, a morte das abelhas também pode causar prejuízos para os apicultores da região, que dependem desses polinizadores para a produção de mel e outros produtos relacionados. Até o momento, não há informações oficiais ou pesquisas divulgadas sobre o assunto, o que dificulta uma análise precisa da situação. No entanto, diante do cenário preocupante, é esperado que as autoridades e órgãos competentes investiguem a questão e adotem medidas para prevenir e combater o uso inadequado de agrotóxicos, preservando a saúde das abelhas e do meio ambiente. A conscientização dos agricultores sobre a importância de práticas agrícolas sustentáveis e do uso responsável de agrotóxicos pode ser fundamental para proteger esses importantes polinizadores e garantir a sustentabilidade da agricultura na região.

Tags relacionados:

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.