Últimas notícias.

Uma investigação da Polícia Civil da Bahia resultou na prisão, na última quinta-feira (3), de um homem de 41 anos, suspeito de matar Aline dos Santos Souza de Moura, de 39, em fevereiro deste ano. Ele vinha sendo procurado desde o feminicídio da professora, que vinha tentando terminar o relacionamento de duas décadas com o autor e acabou morta a golpes de arma branca.  Segundo a apuração da Delegacia Territorial de Gandu, o suspeito tinha histórico de agressões e não aceitava o rompimento da relação com Aline, mãe de dois filhos. A investigação resultou no deferimento do pedido de mandado de prisão preventiva, agora cumprido. Apesar de o homem ter fugido após o crime, a Polícia Civil aprofundou as investigações e o localizou na cidade de São Paulo – conforme explicou o titular da unidade do município, Thiago Campos.  “Ações de inteligência já haviam identificado que o foragido estava em uma região do estado de São Paulo. Vínhamos trocando informações com equipes da região, e o foragido foi preso ontem por uma guarnição da Polícia Militar do Estado de São Paulo”, declarou o delegado. Os trâmites para o recambiamento do preso ao sistema prisional da Bahia estão em curso. O inquérito policial referente ao caso já foi remetido à Justiça. O homem responde pelo crime de feminícidio e será submetido ao Tribunal do Júri.

Tags relacionados:

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.