Últimas notícias.

Camila Vasconcelos, filha do prefeito Eduardo Vasconcelos (PSB) de Brumado, foi condenada pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) a pagar uma indenização e fazer um pedido público de desculpas ao vereador Beto Bonelly (PSB) após tê-lo chamado de “analfabeto” em uma publicação nas redes sociais. A decisão foi anunciada na última segunda-feira (14). Segundo a decisão do TJ-BA, Camila Vasconcelos terá que arcar com o pagamento de R$ 4.825,15 como compensação pelo dano causado ao parlamentar. Além disso, ela deverá realizar o pedido de desculpas publicamente, conforme determinado pelo tribunal. A ofensa ocorreu em uma postagem nas redes sociais, o que levou o vereador Beto Bonelly a tomar medidas legais. A sentença ressalta a importância da responsabilidade nas redes sociais e destaca como declarações ofensivas podem ter implicações legais significativas. O vereador Beto Bonelly expressou sua satisfação com a decisão judicial e aproveitou para alertar sobre as consequências de atitudes ofensivas online, destacando que tais comportamentos podem ter repercussões não apenas no âmbito jurídico, mas também na vida cotidiana. Ele também anunciou que os valores da indenização serão destinados a instituições de caridade em Brumado, como forma de contribuir positivamente com a comunidade.

Tags relacionados:

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.