Últimas notícias.

A Superintendência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional na Bahia (Iphan-BA), através do Escritório Técnico de Rio de Contas, realizou, entre os dias 19 e 21 de outubro, o seminário “Rio de Contas, Cidade-Mãe da Chapada Diamantina, 300 Anos de História, Patrimônio Cultural do Brasil”, no Clube Rio Contense, em Rio de Contas (BA). O evento foi gratuito, presencial e transmitido ao vivo pelo canal do Iphan no Youtube. O objetivo do evento foi discutir pautas patrimoniais de destaque na Chapada Diamantina e articular parcerias entre os entes federais, estaduais e municipais da região para valorizar e preservar o Patrimônio Cultural. Segundo o superintendente do Iphan na Bahia, Hermano Queiroz, “foi uma oportunidade ímpar de celebrar os 300 anos de uma das cidades mais antigas do Brasil e que possui um dos conjuntos urbanos tombados mais preservados da Bahia, essencial para valorizarmos ainda mais o nosso Patrimônio Cultural. Rio de Contas é um referencial de preservação”. O seminário foi realizado em parceria com a primeira edição do Festival Literário e Artístico de Rio de Contas (FLIARC) e teve como foco discussões em torno de ações realizadas no território, como o Inventário dos Mestres Artífices da Chapada Diamantina, o projeto de Canteiro-Modelo de Igatu e os desafios da preservação de Conjuntos Arquitetônicos, Urbanísticos e Paisagísticos tombados. Sayonara Trindade, Chefe do Escritório Técnico de Rio de Contas, destacou a importância de “colocar o Patrimônio Cultural do território como ponto central da discussão, trazendo os atores envolvidos no processo, para promover de forma ampla a preservação e conservação deste patrimônio”. O evento contou com uma programação diversa, abordando o Patrimônio cultural em seus diversos aspectos: material, imaterial e arqueológico, e incluiu conferências, mesas temáticas, oficinas e outras atividades. O sucesso do seminário “Rio de Contas, Cidade-Mãe da Chapada Diamantina, 300 Anos de História, Patrimônio Cultural do Brasil” refletiu o compromisso contínuo do Iphan e de seus parceiros na preservação e valorização do patrimônio cultural brasileiro, contribuindo assim para a educação e conscientização da sociedade sobre a importância da conservação do nosso legado histórico e cultural.

Tags relacionados:

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.