Últimas notícias.

Na segunda-feira (6), a Polícia Civil do Rio de Janeiro, através da Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV), deflagrou a “Operação Server Out”. Essa operação, parte de uma mobilização do Ministério da Justiça e Segurança Pública e do CIBERLAB (DIOPI/SENASP), teve como objetivo prevenir ataques a escolas e contou com o apoio das Polícias Civis da Bahia, Minas Gerais, Roraima e São Paulo. Na cidade de Vitória da Conquista, a operação resultou na prisão do jovem G.D.S.R., de 18 anos, acusado de planejar um ataque a uma escola local. Durante a operação, foram cumpridos três mandados de busca e apreensão em residências de adolescentes, além da prisão temporária de quatro indivíduos em diferentes estados, que estavam organizando ataques a escolas através da plataforma online DISCORD. A polícia também apreendeu um computador e um aparelho celular na residência de G.D.S.R. As investigações revelaram indícios de crimes de Associação Criminosa majorada e Incitação ao Crime, conforme o Código Penal, e Corrupção de Menores, segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente. A “Operação Server Out” tem esse nome em referência à ação de tornar indisponíveis os servidores online usados para práticas criminosas, assim como para a remoção de usuários que utilizam plataformas digitais para cometer delitos previstos na legislação brasileira.

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.