Últimas notícias.

Uma iniciativa abrangendo 19 municípios da região de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, irá beneficiar uma população estimada em 134.168 mulheres com idades entre 50 e 69 anos. O programa “Saúde sem Fronteiras” visa ao rastreamento do câncer de mama, com o propósito de ampliar o acesso ao diagnóstico precoce desse agravo de saúde. A estratégia desempenha um papel crucial na batalha contra o câncer de mama, pois a detecção antecipada da doença pode resultar em cura total após tratamento. Lançado em 2011, o programa tem como objetivo abranger sete regiões de Saúde somente neste ano, como uma complementação a outras ações já realizadas para a saúde da mulher. Unidades de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS), como o Cican, Hospital da Mulher e Unacons, contam com equipamentos específicos para o diagnóstico do câncer de mama. A estratégia consiste, inicialmente, na identificação da população-alvo por meio das Unidades Básicas do Município e Secretarias Municipais de Saúde, encaminhando-as para a realização de exames de Mamografia Bilateral de Rastreio em unidades móveis localizadas nos municípios atendidos. Após a realização da mamografia, uma segunda etapa abrange exames diagnósticos complementares para pacientes com imagens inconclusivas. Aquelas com diagnóstico positivo serão encaminhadas pelo programa para tratamento em unidades de Alta Complexidade, que são referências em Oncologia. Entre os dias 11 de agosto e 29 de setembro, o programa de rastreamento do câncer de mama estará atendendo os municípios de Vitória da Conquista, Anagé, Caraíbas, Maetinga, Presidente Jânio Quadros, Cândido Sales, Encruzilhada, Belo Campo, Planalto, Poções, Bom Jesus da Serra, Mirante, Caetanos, Ribeirão do Largo, Condeúba, Cordeiros, Piripá, Tremedal e Barra do Choça.

Tags relacionados:

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.