Últimas notícias.

O Ministério Público Federal (MPF) está investigando possíveis irregularidades relacionadas a um empréstimo de R$ 100 milhões concedido pela Caixa Econômica Federal (CEF) à Prefeitura de Guanambi, localizada na região sudoeste da Bahia. A operação de empréstimo foi realizada por meio do programa de Financiamento à Infraestrutura e Saneamento (Finisa). O MPF iniciou a investigação após ser acionado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA), que levantou preocupações sobre a operação. O inquérito busca esclarecer questões relacionadas à taxa de juros, prazo de pagamento e conformidade com a Lei de Responsabilidade Fiscal. Segundo informações, o empréstimo foi dividido em duas parcelas, sendo que a primeira, no valor de R$ 10 milhões, já foi depositada na conta da prefeitura. O valor foi direcionado para obras de pavimentação asfáltica. O pagamento do empréstimo está programado para ter início somente na próxima gestão municipal, com parcelas ao longo de oito anos. Além da atuação do MPF, uma ação judicial tramita na Justiça Federal de Guanambi, buscando, entre outros pontos, a suspensão da contratação da operação de crédito. Diversos órgãos, incluindo o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e o Tribunal de Contas da União (TCU), foram acionados pelo MPF para fornecer informações sobre o caso. A documentação referente à operação de crédito também foi disponibilizada pela Prefeitura de Guanambi e pela Caixa Econômica Federal para análise. A investigação visa garantir a conformidade e legalidade da operação de empréstimo, assegurando a utilização responsável dos recursos públicos.

Tags relacionados:

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.