Últimas notícias.

Após aprovação em uma sessão polêmica na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) na última quinta-feira (24), o governo do estado efetuou o pagamento da segunda parcela dos precatórios do Fundef (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério). O montante, que não inclui juros nem correção monetária, totaliza R$1,25 bilhão e beneficiará 118 mil pessoas. O pagamento segue a primeira parcela anteriormente desembolsada, que somou R$1,4 bilhão. O governo destacou que em 2023, 90% do total dos recursos recebidos foram destinados a profissionais da educação básica, comparado a 80% no ano passado. Além disso, o governo salientou que houve um reajuste de 14,82% no salário dos educadores indígenas, em conformidade com o Piso Nacional da Educação.

Tags relacionados:

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.